Radar para Importações

 Em Empresarial, Noticias, PIS/COFINS

Como utilizar o RADAR na sua importação?

Antes de iniciar as operações de importação e exportação, a empresa precisa se certificar que possui todos os requisitos exigidos pelo fisco. O Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, mais conhecido como RADAR, é documento fundamental, sem o qual as empresas ficam impossibilitadas de atuar no comércio exterior.

O sistema funciona como forma de controle do fisco sobre as operações internacionais, de modo a coibir fraudes e acompanhar a capacidade financeira das empresas para efetuar os processos de comércio exterior.

Confira essas 5 dicas que a Machado Contabilidade preparou para evitar surpresas na hora de iniciar uma importação:

1) Estou abrindo uma Empresa com atividade de Importação e Exportação. Como faço para solicitar o RADAR?

Para solicitar o RADAR é necessário efetuar processo administrativo na Receita Federal para comprovar que a empresa pode importar, e também para indicar o representante legal a ser habilitado no SISCOMEX para acompanhar as operações de comércio exterior.

2) Existe algum limite de valores para o RADAR? Quais são os tipos existentes?

O RADAR pode ser concedido em diferentes modalidades, de acordo com o limite de valores para operar no comércio exterior. Na modalidade Expressa, há o limite de U$ 50.000,00 a cada 6 meses. O RADAR Limitado permite operações de até U$ 150.000,00 a cada seis meses. Já na ilimitada, a empresa pode efetuar operações de qualquer valor, a partir de U$ 150.000,00.

3) Já possuo RADAR, mas minha empresa passará por processo de alteração no quadro societário. É necessário encaminhar alguma informação ao Fisco?

Em caso de alterações no quadro societário da empresa, deverá ser efetuado novo processo na Receita Federal, apresentando novamente a documentação para alteração o representante legal habilitado no SISCOMEX.

4) Já abri a minha empresa, mas pretendo importar com auxílio de Trading. Preciso solicitar o RADAR ou a própria Trading supre essa necessidade?

A importação realizada por meio de Trading é realizada com recursos de terceiros, que neste caso será o Adquirente efetivo da mercadoria, que contratou a trading com a finalidade específica de efetuar os trâmites da importação.

Nesse caso, tanto a Trading, quanto a empresa adquirente necessitam de RADAR, pois ambas são responsáveis pelo produto importado.

Vale destacar que os limites de valores para importação considerados serão o da empresa Adquirente. Então, se a empresa Adquirente possui Radar expresso e a Trading possui Radar ilimitado, será permitida a importação apenas nos limites da Radar expresso.

5) Já adquiri o RADAR na modalidade “Expressa”, mas pretendo importar em maior volume, como faço para ampliar esse limite?

Caso a empresa queira ampliar os limites de valores para as operações de comércio exterior, será necessário efetuar novo Requerimento à Receita Federal para a “Revisão de Estimativa”, comprovando a capacidade financeira da empresa para operar em maior escala. Com isso, a modalidade de RADAR poderá ampliada para limitado ou ilimitado, a depender da capacidade financeira comprovada.

Posts recentes

Deixe um comentário

Contate-nos

Nós não estamos disponíveis no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e nós retornaremos o mais rápido possível.